sábado, 20 de junho de 2015

ÚLTIMO DIA DOS ENCONTROS DE 2015

Terminaram os Encontros de Coros no Sameiro



No domingo da Santíssima Trindade realizou-se o quarto dia de encontro de coros na Basílica do Sameiro com a participação do Coro de Real (adulto), do Coro de Vizela e do Coro (jovem) da Escola Diocesana de Música sediada em Real.
 É com satisfação que constatamos a adesão de catorze grupos corais Litúrgicos  durante estes quatro domingos de Maio e, de modo especial, a adesão de um grupo de Cantanhede. Cada coro executou, com menor ou maior rigor artístico, os  cânticos que escolheu. Estou convencido que fizeram o melhor que puderam e souberam sendo de destacar o sacrifício e boa vontade de todos os elementos que, faça sol ou chuva, calor ou frio, participam semanalmente nos ensaios com uma única finalidade: dignificar o culto Divino. Aliás nunca se pôs a questão de fazer uma selecção de coros já que a intenção é a participação de todos para uns aprendam com outros, com mais experiência e melhor preparação. Não interessa, por isso, destacar nenhum coral o que seria injusto. Cada um poderá e deverá fazer a sua apreciação e dela tirar conclusões sendo,  a principal, o anseio de  perfeição.
Os momentos mais empolgantes destes encontros foram, naturalmente, a participação conjunta  nos cânticos do Terço e da Missa. A Basílica enchia-se completamente com tantas vozes dos coralistas a que se juntavam, em muitos momentos, as vozes do povo anónimo.
Creio que se aprendeu um pouco mais e se viveram momentos de comunhão. Esperamos que, em 2016, haja uma adesão de bastantes mais coros por duas razões: comemoram-se cem anos do nascimento de Benjamim Salgado e de Manuel Faria que ainda estão muito presentes no pensamento e coração de muitos coralistas e directores artísticos pela obra deixada e pela influência que tiveram na Música Litúrgica da Diocese.
Seria bom que todos os coros, no próximo ano, trouxessem algo destes dois compositores que jamais poderão cair no esquecimento.

acostagomes@gmail.com

Sem comentários: