quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

CORO "ANÇÂ-BLE"



O Coral "Ançâ-ble", composto pela FAMÍLIA MIRANDA, tem-se dedicado, nos seus convívios de férias, a executar e gravar muitas obras de Manuel Faria, repertório do seu especial agrado. Assim, no momento em que a FAMÍLIA FARIA começa a reunir esforços para fazer o mesmo, embora com um grupo maior de amigos e discípulos do Mestre mas também com admiradores, mais jovens, da sua obra, era bom unir esforços e tentar não repetir trabalhos já realizados com muita qualidade. Será praticamente impossível um único coro trabalhar e gravar tanta e tão grandiosa obra, fruto de muitos anos de trabalho, de muita paixão, de muito talento, muita inspiração e transpiração.
Chegaram-me às mãos ( e aos ouvidos) três CDs que muito apreciei, ouvi com muita atenção e tenho de reconhecer que, embora sendo poucos (quase sempre um por voz), as gravações têm muita qualidade. Eis as obras que pude apreciar e que, em meu entender, não deveriam, pelo menos por agora, ser preocupação de estudo e gravação do grupo que agora nasce.
- 1-Missa de S. Jorge com acompanhamento a órgão; 2-Vésperas do SS.mo Sacramento; 3-Avé Maria; 4-Vereis abrir; 5-Na verdade vos digo; 6-Domine, non secundum peccata nostra; 7-Sangue de Cristo; 8- Ó Virgem Sagrada; 9- Maternidade; 10-Voto nupcial; 11- Todos foram, cheios do E. Santo; 12-Missa para crianças; 13- Ó Infante suavíssimo; 14- Vamos a Belém; 15-Tajapanema; 16- As crianças de Jerusalém; 17- Tristis est anima mea; 18-Jerusalem surge; 19, 20, 21, 22, 23, 24-Responsórios da Semana Santa a 4.v.i.; 25- Planctus; 26-Salve Virgem dolorosa; 27, 28, 29, 30- Missa de S. Francisco; 31-Tantum ergo; 32-O Salutaris Hostia; 33-Hino do Congresso Eucarístico; 34- Quid retribuam Domino; 35- Bendita e louvada a alegria da Virgem Maria; 36-regina coeli; 37-Santa Mãe de todos nós; 38- A cheia de graça; 39- Estrela da manhã; 40-Hino da Coroação da Padroeira.
41- MISSA EM HONRA DE Nª SRª DE FÁTIMA para coro e orquestra, gravada em Itália na Igreja de Santo António dos Portugueses.
Claro está que estes 3 CDs não estão à venda.  É algo que fazem por "devoção e divertimento". Não deixa de ser, porém, um louvor ao compositor que muito estimamos e que, desta forma, não se perde no arquivo morto de uma qualquer biblioteca. Só as obras dos autores bracarenses bastariam para, várias vezes por ano, a Diocese de Braga promover concertos sem andar a recorrer a compositores (e artistas) vindos de origens mais ou menos desconhecidas. E será que os artistas de fora tocam para nós de graça? Lindos são os nossos olhos!!!!!!!.
É imprescindível que os responsáveis pelo património  da Diocese (atenção que não falo, só, do património das imagens e das pedras....) olhem para aqueles que, tendo sido chamados para a eternidade, foram pedras "angulares" na formação de muitas gerações. A história não lhes perdoará caso nada façam. A gratidão é uma grande virtude.