segunda-feira, 13 de outubro de 2008

MISSA SOLENE em honra de Nª Srª de FATIMA


Missa Solene em Honra de Nossa de Fátima: Manuel Faria e Joaquim dos Santos... (por Nuno Costa)

"No dia dedicado à Música aproveitei para publicar, no blog www.maestrojoaquimdossantos.blogspot.com, uma obra pela qual o Maestro Joaquim dos Santos sempre teve um especial carinho e admiração...
Discípulo dilecto e Amigo de Manuel Faria, o Maestro, demonstra bem, na sua orquestração, o respeito e conhecimento, único e admirável, que sempre teve em relação à obra do insigne Manuel Faria.
A presente Missa foi composta para Coro e Órgão entre os anos de 1941/45; "escrever uma missa de grandes proporções é a consagração: confirma, por esta forma, o louvor recebido a quando da recepção do mais alto grau do Instituto [de Música Sacra - Roma]" (Francisco Faria, NRMS 27-28; 1983)

"Dos compositores portugueses, (...), foi sem dúvida o contacto com o compositor Manuel Faria que o conduziu [Joaquim dos Santos] a um estilo enquadrado na estética contemporânea da Música Sacra Portuguesa. Tendo em conta a comunhão de Joaquim dos Santos com os princípios criativos do último, dois elementos da Comissão de Música Sacra solicitaram-lhe que fizesse a transcrição para Coro e Orquestra da Missa Solene em Honra de Nossa Senhora de Fátima [de Manuel Faria], inicialmente para coro a 4 vozes mistas e órgão. Este trabalho foi executado por Joaquim dos Santos sob grande tensão emocional, uma vez que o compositor acompanhava simultaneamente o seu pai que se encontrava doente. A estreia desta obra teve lugar na Igreja de São Lázaro, em Braga, a 13 de Abril de 1984. A execução esteve a cargo da Orquestra Sinfónica do Porto e do Coro da Sé do Porto, sob a direcção do Maestro Gunter Arglebe." (Tese da Dra. Carla Simões: "Joaquim Santos - Um Compositor no panorama musical português contemporâneo" Departamento de Expressões Artísticas e Educação Física. Instituto de Estudos da Criança. Universidade do Minho. Braga - 2000)
No blog é possível ouvir a versão orquestral da Missa, gravação realizada em 2003 no Instituto de Santo António em Roma.
Penso que esta gravação foi bem conseguida e demonstra a mestria do Maestro Joaquim dos Santos na orquestração do seu Mestre Manuel Faria... Discípulo que sempre se identificou com o seu Mestre, nunca o esqueceu e sempre trabalhou na sua obra...verdadeiramente Mestre e Discípulo... Manuel Faria e Joaquim dos Santos.

Nuno Costa, Outubro 2008

Sem comentários: